Website Protection™Site Scanner protects this website from security threats. SSL Certificate Authority

Não fazemos envios para outros países (Entregas somente no território japonês). (Delivery only in Japanese territory)

Chá de Dente de Leão- 453.6 gramas

Inscreva-se para ser notificado quando este produto voltar ao estoque

Disponibilidade: Esgotado

¥3.700

Descrição rápida

✓ Envio e shoohizei já estão inclusos no preço-OK
Orgânico!
Estimulante digestivo, desintoxicante e depurativo.
Aumenta a secreção biliar, trata as vias biliares,Fígado
Auxiliar no combate a Obesidade.
Chá de Dente de Leão- 453.6 gramas

Mais visualizações

  • Chá de Dente de Leão- 453.6 gramas

Detalhes

Propriedades Naturais do Dente de Leão 

Nome Científico: Taraxacum officinalis

O Dente-de-leão (conhecido como dandelion em alguns lugares) é uma planta que geralmente é muito empregada. Tem grandes propriedades e benefícios, principalmente para o fígado e o sistema digestivo.

O dente-de-leão, também conhecido como dandelion, é uma das plantas que mais se empregam dentro das preparações destinadas a remédios caseiros e naturais. Naquelas que estão destinadas ao fígado e ao sistema digestivo, esta erva tende a estar presente.
Aqui contamos mais coisas sobre as suas propriedades e benefícios:

  • É um grande depurador do fígado e a vesícula, ajudando a eliminar toxinas, a descarregar o fígado e a gerar bílis. De fato, geralmente é o seu uso mais comum. Também se emprega habitualmente como erva contra o colesterol.
  • O dente-de-leão é empregado geralmente para perder peso, devido a ser uma planta que ajuda a eliminar toxinas e lipídeos mediante a urina. Quer dizer, trata-se duma planta diurética.

Suas folhas e raízes contêm níveis significativos de vitaminas A, C, D e complexo B, bem como ferro, magnésio, zinco, potássio, manganês, cobre, colina, cálcio, boro e silício.

Em quase todas as tradições de cura de ervas, a raiz do dente de leão tem sido usado para o tratamento de uma variedade de problemas do fígado e da vesícula biliar.

A liberação de bile é laxante e acelera a degradação de vários hormônios esteróides, causando um efeito indireto favorável sobre eczema e outras condições de pele. 

No sistema digestório, age como hepatoprotetora, colagoga (aumenta a secreção biliar em até 40%), tratamento das vias biliares, calculose biliar (preventivo e curativo), muito empregada nas hepatites.

Possui ação diurética, preservando o equilíbrio eletrolítico, garantindo a reposição do potássio.

 Coadjuvante no tratamento das patologias urinárias e tumores da bexiga.

Também age como hipoglicemiante no diabete.

Coadjuvante no tratamento da obesidade aumenta a excreção e metabolização de ácido úrico e uréia.

Auxiliar nas dislipidemias (colesterol elevado).

De forma geral age como desintoxicante, mineralizante, antioxidante, moderada ação antiinflamatória, ação antiviral suave, bactericida (conjuntivites, cistites) e antianêmico.

A erva é utilizada para apoiar o tratamento de uma variedade de desordens do fígado e da vesícula biliar, em especial a digestão incompleta das gorduras.

A liberação de bile é laxante e acelera a degradação de vários hormônios esteróides, causando um favorável, efeito indireto sobre eczema e outras condições de pele.

O CHÁ DE DENTE DE LEÃO EMAGRECE!!
 

Ele Tem um sabor amargo, mas é um ótimo diurético, diminui a retenção de líquidos no organismo, dando a sensação de leveza. Ou seja, emagrece. E é um excelente depurador do sangue.

Dente de Leão, também é um dos melhores diuréticos vegetais. Ela estimula a micção, mas também substitui o potássio perdido para o aumento do volume de urina. Possui um teor de potássio extremamente elevado.

PREPARAÇÃO:

Decocção: 

Coloque 5 gramas de dente-de-leão em 200ml de água fria,
ou 25 ~30 gramas para 1000 ml (1 litro).
Deixe ferver por cerca de quinze minutos.
Tampar e deixar a infusão em repouso durante 20 ou 30 minutos.
Pode se guardado na geladeira ou em outro local fresco
Tomar 2-3  vezes ao dia.

Contraindicações/cuidados:
Não usar na gravidez.
É contra indicado em casos de pessoas com sensibilidade gastrintestinal, acidez estomacal, com obstrução no duto biliar; no caso de cálculos renais. Podem ( raramente) ocorrer náuseas, vômitos, diarreia, pirose, reações alérgicas.

Leia e imprima: 

 Como Preparar Corretamente o Chá

Seja o primeiro a avaliar este produto

Tags do produto

Outras pessoas marcaram este produto com as seguintes tags:

Use espaços para separar tags. Use aspas simples (') para frases.


   Website Protection™Site Scanner protects this website from security threats. SSL Certificate Authority